Curso de Literacia da Informação [Information Literacy] - 15ª edição | Universidade NOVA de Lisboa

Curso de Literacia da Informação [Information Literacy] - 15ª edição

O QUE É? 

Descrição do curso:

A Literacia da Informação procura dar resposta a problemas, erros ou omissões na recuperação de informação da web e que foram identificados a nível mundial, mesmo junto das gerações mais jovens. Foi reconhecido que a competência tecnológica é distinta da competência informacional, não apresentando esta, soluções adequadas à complexidade que os problemas da pesquisa de informação na Internet colocam.

O acesso fácil a um volume de informação cada vez mais alargado dá origem a dificuldades em identificar, avaliar, selecionar, localizar e aceder a fontes de informação relevantes e fidedignas, capazes de darem resposta a necessidades de informação específicas.

O objetivo principal do Curso de Literacia da Informação é dotar os alunos desse conjunto de competências, reconhecidas como indispensáveis a um bom desempenho académico, como requisitos para a aprendizagem ao longo da vida.

Módulos:

  1. Definição do objeto de pesquisa. Utilização de recursos e desenvolvimento de estratégias de pesquisa
  2. Avaliação de fontes de informação
  3. Plágio, citações e referências bibliográficas
  4. Bibliometria e publicação científica

A QUEM SE DESTINA?

Aos estudantes de doutoramento que frequentam a Universidade NOVA de Lisboa

Doutorados a exercer funções na NOVA (Investigadores, Docentes e Pós-doc)

QUANDO E ONDE?

15ª edição: 21/02, 22/02 e 23/02/2018 (4ªf a 6ªf) | Local: a designar | Edição em Língua Portuguesa* (NOVO)

Horário:

1º Dia : 9h - 18h

 2º Dia : 9h - 18h

3º Dia : 9h - 13h

* NOTA para as edições em Língua Portuguesa:

Todos os recursos educativos serão disponibilizados em Língua Inglesa.

O Seminário final - face ao seu carácter agregador de conteúdos ministrado e à sua própria dinâmica - é sempre ministrado em Língua Inglesa.

FORMADORES E AVALIAÇÃO

Coordenadora do Curso:

Isabel Andrade (isabel.andrade@ensp.unl.pt)

Formadores:

1. Definição do objeto de pesquisa. Utilização de recursos e desenvolvimento de estratégias de pesquisa

FCSH - Nita Camotim (nita.camotim@fcsh.unl.pt) | Nova SBE - Sean Story (sstory@novasbe.pt)

2. Avaliação de fontes de informação

ENSP- Isabel Andrade (isabel.andrade@ensp.unl.pt

3. Plágio, citações e referências bibliográficas

FCT - Ana Roxo (airr@fct.unl.pt) | FCT - Rosário Duarte (mrd@fct.unl.pt)

4. Bibliometria e publicação científica

ITQB - Susana Lopes (susana.lopes@iscte.pt) | NOVA IMS - Antónia Correia (antonia.correia@isegi.unl.pt)

Componente Letiva:

1 ECTS | 2 dias e meio (25 horas) 

Atividades Carga Horária
Palestras 16
Seminário 2
Leitura/Auto-aprendizagem 5
Avaliação: Teste de escolha múltipla 2
Total 25

 

Elementos de avaliação Ponderação
Teste de escolha múltipla 100%

 

Métodos pedagógicos:
Palestras. Tutoriais.

Avaliação: 
A avaliação final dos alunos será feita através de um teste de escolha múltipla.

INFORMAÇÃO ADICIONAL

OBJETIVOS POR MÓDULO:

1) Definição do objeto de pesquisa. Utilização de recursos e desenvolvimento de estratégias de pesquisa (Saber utilizar os recursos eletrónicos de forma eficaz) – no final deste módulo: 
a) Os alunos deverão estar alertados para a diversidade de recursos de informação existentes e serem capazes de identificar os mais úteis e relevantes para a sua área disciplinar/científica;
b) Os alunos deverão igualmente ficar familiarizados com os interfaces, ferramentas e estratégias utilizados na procura de informação, sabendo recorrer à pesquisa avançada e utilizar as diversas estratégias, operadores, e limitadores para melhorar a sua pesquisa.

2) Avaliação de fontes de informação – no final deste módulo: 
a) Os alunos deverão saber analisar e comparar a informação proveniente de diversas fontes – impressas ou online através da aplicação de critérios de avaliação adequados; 
b) Os alunos deverão ser capazes de identificar a fiabilidade, validade, rigor, autoridade, atualidade, e pontos de vista não imparciais de entre os vários critérios de avaliação de fontes de informação.

3) Plágio, citações e referências bibliográficas – no final deste módulo: 
a) Os alunos deverão saber identificar os diferentes elementos e a sintaxe de uma referência bibliográfica de acordo com os diversos tipos de fontes utilizados; 
b) Os alunos deverão saber reconhecer os vários modelos de referências bibliográficas; 
c) Os alunos deverão ter conhecimento da existência de softwares de gestão bibliográfica; 
d) Os alunos deverão saber reconhecer e evitar o plágio e estar informados da existência de softwares para deteção de plágio;
e) Os alunos deverão saber quando e/ou porquê citar uma fonte.

4) Bibliometria e publicação científica – no final deste módulo: 
a) Os alunos deverão compreender o contexto e a utilização da bibliometria no ensino superior; 
b) Os alunos deverão ser capazes de identificar as principais métricas utilizadas na avaliação e análise da investigação; 
c) Os alunos deverão ter conhecimento das principais questões e limitações associadas à análise bibliométrica.

SUGESTÕES DE LEITURA:

1. Definição do objeto de pesquisa. Utilização de recursos e recursos e desenvolvimento de estratégias de pesquisa
Badke, W. Research strategies: finding your way through the information fog. 3. New York: iUniverse, 2008. Print.
Cunha, Isabel Ferin. Análise dos media. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra, 2012. Print.
Hart, Chris. Doing a literature search: a comprehensive guide for the social sciences. London: Sage, 2006. Print.
O'Leary, Z. The essential guide to doing your research project. Los Angeles, CA: Sage, 2010. Print.

2. Avaliação de fontes de informação 
Hoyer J. Information is social: information literacy in context. Reference Services Review. 2011; 39:10–23. doi.10.1108/00907321111108088.
Kingsley K, Galbraith GM, Herring M, Stowers E, Stewart T, Kingsley KV. Why not just Google it? : an assessment of information literacy skills in a biomedical science curriculum. BMC Medical Education. 2011; 11:17. doi:10.1186/1472-6920-11-17.
Savolainen R, Kari J. Placing the Internet in information source horizons: a study of information seeking by Internet users in the context of self-development. Library & Information Science Research. 2004; 26:415–433. doi.org/10.1016/j.lisr.2004.04.004.

3. Plágio, citações e referências bibliográficas 
Caldwell C. A ten-step model for academic integrity: a positive approach for business schools. Journal of Business Ethics.2010; 92:1–13.
Kellum KK, Mark AE, Riley-Huff DA - Development, assessment and use of an on-line plagiarism tutorial. Library Hi Tech. 2011; 29(4) 641-654.
Talab R. Copyright and you: a student online plagiarism guide: detection and prevention resources (and copyright implications!). TechTrends. 2004; 48(6); 15-19.

4. Bibliometria e publicação científica
Borgman C L, Furner J. Scholarly communication and bibliometrics. Annual Review of Information Science and Technology. 2002; 36(1) 2-72.
Hirsch J. E. An index to quantify an individual’s scientific research output. PNAS. 2005; 102(46)16569-16572. 
Thomson Reuters. Using bibliometrics: a guide to evaluating research performance with citation data. [Internet]. New York, NY: Thomson Reuters; 2010. [cited 2012 Dec 20]. Available from: http://researchanalytics.thomsonreuters.com/incites/.