Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Relações Internacionais

Ciclo

Terceiro ciclo

Grau

Doutor

Coordenador

Nuno Severiano Teixeira

Data de abertura

8 de outubro de 2012

Número de vagas

10 vagas

Propinas

Valor total: 4800 €

Objectivos educativos

O Ciclo de Estudos de Doutoramento em Relações Internacionais visa fornecer uma formação avançada e actualizada na respectiva área disciplinar, que implica a aquisição dos seguintes objectivos e competências:

1)Proporcionar uma compreensão actualizada das problemáticas teóricas e das tradições analíticas das Relações Internacionais, permitindo aos estudantes uma participação crítica fundamentada nos principais debates, nacionais e internacionais, desta área disciplinar;
2)Desenvolver competências metodológicas, no domínio específico das Relações Internacionais, quer ao nível da conceptualização e operacionalização de problemas de investigação, quer ao nível da recolha, sistematização e tratamento de dados;
3)Aprofundar competências nas áreas de especialização científica oferecidas no CED em Relações Internacionais, nomeadamente através da integração activa dos estudantes em projectos de investigação concretos em curso nas Unidades de Investigação da FCSH-UNL ou de outras instituições associadas ao CED;
4)Capacitar para uma prática de investigação autónoma, conducente a uma tese de doutoramento que apresente resultados originais e inovadores, que contribuam para o avanço do conhecimento na respectiva área de especialização e, como tal, mereçam ser divulgados e publicados a nível nacional e/ou internacional;
5) Capacitar para a comunicação e debate científico dos procedimentos e resultados de investigação, nomeadamente através da apresentação de comunicações em seminários e congressos e da publicação em revistas científicas com arbitragem externa;
6)Capacitar para responder, com competência e rigor profissional, aos desafios do mundo contemporâneo, no âmbito quer da vida académica e/ou profissional, quer de uma cidadania activa.

Condições de acesso

Para ingressar num ciclo de estudos de doutoramento (CED), o candidato deve satisfazer as condições estabelecidas na legislação nacional, nos normativos da UNL e respeitar, pelo menos, uma das condições expressas nas alíneas seguintes: a) Possuir o grau de mestre, ou equivalente legal; b) Possuir o grau de licenciado e ser detentor de um currículo escolar ou científico especialmente relevante, que seja reconhecido pelo Conselho Científico da FCSH como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos; c) Ser detentor de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido pelo Conselho Científico da FCSH como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos.

Requisitos para obtenção do grau ou diploma

O Ciclo de Estudos de Doutoramento (CED) em Relações Internacionais estrutura-se em duas componentes: (i) um Curso de Doutoramento, a que correspondem 60 créditos, e (ii) a realização de uma Tese de Doutoramento, a que correspondem 180 créditos.
(i) A conclusão do Curso de Doutoramento dá lugar à atribuição do Diploma de Estudos Avançados em Relações Internacionais. Para concluir o Curso de Doutoramento o estudante deve realizar 30 créditos no 1º semestre e 30 créditos no 2º semestre(ii) A conclusão da Tese, mediante a respectiva defesa com êxito em provas públicas, nos termos das Normas Regulamentares dos Ciclos de Estudo de Doutoramento da FCSH e do Regulamento do CED em Relações Internacionais, dá lugar à atribuição do Grau de Doutor em Relações Internacionais, numa das seguintes especialidades: História e Teoria das Relações Internacionais; Globalização e Ambiente; Estudos de Segurança e Estratégia; Estudos Políticos de Área.

Acesso a outros cursos

O doutoramento é uma qualificação final.

Regras de avaliação

O ciclo de estudos conducente ao grau de doutor (CED) integra a realização de um curso de doutoramento(CD) constituído por unidades curriculares (UC) dirigidas à formação para a investigação; a realização de uma tese original e especialmente elaborada para este fim, adequada à natureza do ramo de conhecimento ou da especialidade e que contribua para o alargamento das fronteiras do conhecimento. As UC de tipo seminário são classificadas na escala numérica de 0-20. A classificação final do CD é expressa pelas fórmulas Aprovado ou Não Aprovado. Nos casos de aprovação, a classificação final do curso é expressa no intervalo 10-20 na escala numérica de 0-20, fazendo a média aritmética das classificações, na qual as unidades curriculares com 10 ECTS têm valor de ponderação 1 e o trabalho final valor de ponderação 2. O trabalho final é discutido em prova pública, a qual será realizada no final do semestre em que o estudante conclui o CD, ficando a avaliação a cargo de um júri constituído por três membros. A classificação final da tese é expressa pelas fórmulas de Aprovado ou Recusado por votação nominal justificada não sendo permitidas abstenções; no caso de a tese ter merecido aprovação, o júri votará ainda uma qualificação que poderá ser de Bom, Bom com Distinção ou Muito Bom. A qualificação final é atribuída nos termos do artigo 36º do Decreto-Lei 74/2006, de 24 de Março, alterado pelo Decreto-Lei nº 107/2008, de 25 de Junho.

Estrutura

Obrigatória
Código Nome Créditos
737321810 Metodologias em Relações Internacionais 10.0
73218101 Problemáticas em Relações Internacionais 10.0
73218109 Tese em Relações Internacionais 180.0
7321809 Trabalho Final em Relações Internacionais 20.0
Opção Condicionada 1
Código Nome Créditos
Opções
73218107 Seminário de Especialidade em Estudos de Segurança e Estratégia 10.0
73218108 Seminário de Especialidade em Estudos Políticos de Área 10.0
73218106 Seminário de Especialidade em Globalização e Ambiente 10.0
73218105 Seminário de Especialidade em História e Teoria das Relações Internacionais 10.0
O estudante deve realizar um
destes seminários de especialidade.
Opção Condicionada 2
Código Nome Créditos
Opções
73218104 Opção Livre 10.0
73218102 Seminário de Investigação em Relações Internacionais 10.0
O estudante pode realizar um seminário de investigação ou uma unidade curricular em regime de opção livre.