Guia de Cursos

Queres conhecer a oferta de cursos da NOVA, nas áreas das licenciaturas, mestrados e doutoramentos?
No nosso Guia de Cursos encontras informação útil sobre Faculdades, Institutos e Escolas.
Podes ainda aceder a informações complementares necessárias a uma completa integração.

saber mais Guia de Cursos

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Tourism Management at World Heritage Sites

Código

722001055

Unidade Orgânica

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento

Antropologia

Créditos

10.0

Horas semanais

4

Língua de ensino

Inglês

Objectivos

a) Avaliar e aplicar técnicas e instrumentos para a gestão e desenvolvimento sustentáveis do turismo nos Sítios do Património Mundial (SPM) e noutros sítios do património.
b) Analisar criticamente e sintetizar conteúdos da literatura académica sobre o turismo / património e discutir os modelos académicos em relação a documentos políticos, dados recolhidos através da observação directa / entrevistas e informações secundárias (relatórios, estatísticas, etc.)
c) Avaliar criticamente os indicadores de desenvolvimento sustentável e as potencialidades e limitações do turismo para gerar meios de subsistência alternativos, promover a criatividade cultural, preservar os sítios do património e facilitar o diálogo intercultural e a promoção de culturas da paz.
d) Mediar acções entre as políticas de património globais / nacionais e os objectivos específicos de desenvolvimento nos contextos nacional / regional / local.

Pré-requisitos

Não tem.

Conteúdo

O património mundial da UNESCO tornou-se uma das mais potentes acções normativas no campo da política cultural internacional. Primariamente motivado por preocupações com a destruição de sítios culturais específicos, o programa hoje emancipou-se como um instrumento para o desenvolvimento económico, a construção nacional e a promoção de culturas cosmopolitas. O turismo desempenha aqui um papel crucial. O objectivo deste módulo de antropologia aplicada é ensinar aos actuais e futuros agentes da política cultural, gestores de sítios e profissionais do património, as técnicas e os instrumentos conceptuais e práticos para uma gestão sustentável do turismo nos sítios do património. O módulo foi desenvolvido no âmbito da rede internacional UNITWIN-UNESCO "Cultura, Turismo, Desenvolvimento". Além dos 10 créditos atribuídos pela FCSH-UNL, os candidatos aprovados recebem um Certificado emitido pela rede UNITWIN-UNESCO. O módulo está aberto a candidatos externos e a alunos de outras áreas (ver condições de candidatura).

Bibliografia

a)Albert, M.-T. (2007). Training strategies for world heritage management. Bonn: German Commission for UNESCO.
b)Di Giovine, M. A. (2009). The heritage-scape: UNESCO, world heritage, and tourism. Lanham: Lexington Books.
c)Howard, P. (2006). Heritage: Management, interpretation, identity. London: Continuum.
d)Inda, J. X., & Rosaldo, R. I. (2008). Anthropology of globalisation: A reader. Malden: Blackwell.
e)Jamal, T., & Robinson, M. (2009). The SAGE handbook of tourism studies. Los Angeles: SAGE.
f)McCabe, S. (2009). Marketing communications in tourism and hospitality. Amsterdam: Butterworth-Heinemann.
g)Robinson, M., & Picard, D. (2006). Tourism, culture and sustainable development. Paris, France: UNESCO.
h)Scott, J., Selwyn, T. (2010). Thinking through tourism. Oxford: Berg.
i)Singh, J. P. (2010). UNESCO: Creating norms for a complex world. London: Routledge.
j)UNESCO (2009). World heritage sites. Richmond Hill, Ont: Firefly Books.
k)UNITAR (2007). World heritage management over time: Maintaining values and significance. Hiroshima: UNITAR Hiroshima Office

Método de ensino

O módulo será leccionado através de uma combinação de palestras (50%), seminários liderados pelos estudantes (25%) e trabalho prático de campo guiado, envolvendo os gerentes e outras partes interessadas dos principais sítios do património em Portugal (25%).

Método de avaliação

A avaliação final será escrita, com o formato de uma dissertação de 4000 palavras (+ / - 10%; em Inglês ou Português) sobre um tema a ser acordado com o responsável do curso. Este trabalho final deve incluir uma revisão de literatura académica, bem como uma recolha de dados primários (por meio de entrevistas, observação directa, pesquisas) e/ou secundários (análise de relatórios, políticas, mercados turísticos, etc.). Para além disso, cada aluno terá que elaborar e dirigir um seminário sobre um tema a ser acordado no início do curso. A avaliação deste baseia-se na qualidade da apresentação e um documento que descreve o conteúdo do tema e a estratégia para comunicá-lo à classe. A marca para a dissertação vai contar para 75%, o seminário liderado por estudantes por 25% da nota final.

Cursos