Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Mitos e Modelos Heróicos

Código

722111042

Unidade Orgânica

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento

Línguas, Culturas e Literaturas Modernas, Secção de Estudos Espanhóis, Franceses e Italianos

Créditos

10

Professor responsável

Margarida Reffóios

Horas semanais

3 letivas + 1 tutorial

Língua de ensino

Português

Objectivos

a) Reflectir sobre o mito literário na perspectiva dos estudos literários comparados;
b) Definir modelos heróicos e determinar o fundo mítico que lhes subjaz;
c) Estudar os textos propostos com vista a preparar uma investigação pessoal;
d) Aprofundar a bibliografia critica sobre as questões estudadas;
e) Produzir trabalhos de análise textual e de reflexão teórica, aplicando os conhecimentos adquiridos.

Pré-requisitos

não aplicável.

Conteúdo

1. O mito literário: enquadramento histórico e teórico do problema;
2. Estudo dos modelos míticos e dos tipos de herói (e de anti-herói) nas artes ocidentais;
3. O mito do “donjuanismo” literário:
3.1. El Burlador de Sevilla, de Tirso de Molina;
3.2. Don Juan de Molière;
3.3. D. João e a Máscara, de António Patrício;
3.4. Don Giovanni, de Mozart/Da Ponte;
4. Estruturas particulares do mito: a catábase e a sua paródia; a metamorfose.

Bibliografia

Brunel, P. (1992). Mythocritique. Paris: PUF
Burkert, W. (2001), Mito e Mitologia. Lisboa: ed. 70.
Durand, G. (1989). As estruturas Antropológicas do Imaginário. Trad.Hélder Godinho. Lisboa: Presença.
Lévi-Strauss, C. (2007). Mito e Significado. Trad. António Marques Bessa. Lisboa: Edições 70.
Nunes Esteves, E., Reffóios, M., Silva, M., Vilela, AL. (Eds).(2014). Representações do Mito na História e na Literatura. Évora: Cel.

Método de ensino

1. Exposição das questões enunciadas no programa; iniciação dos estudantes em técnicas e métodos de organização da informação e de desenvolvimento de competências críticas, bem como na pesquisa e gestão de recursos de investigação; leitura e comentário de bibliografia crítica e de textos literários, tendo como objectivo a aquisição de autonomia científica;
2. Análise prática de textos teóricos e literários exemplificativos das temáticas propostas e relevantes para o seu estudo; 

3. Preparação dos estudantes para a elaboração de um trabalho de investigação sobre um tema relacionado com as questões programáticas.
Aulas teóricas: 60%; Aulas práticas: 40%.

Método de avaliação

1. 2 Intervenções orais no seminário, com prévia preparação orientada, sobre os temas/obras em estudo - 40%;
2. Elaboração de um trabalho de investigação final (15 páginas), por escrito, com discussão oral - 60%.

Cursos