Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Estudos Literários Ingleses

Código

722121033

Unidade Orgânica

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento

Línguas, Culturas e Literaturas Modernas, Secção de Estudos Ingleses e Norte-Americanos

Créditos

10

Professor responsável

Teresa Pinto Coelho

Horas semanais

3 letivas + 1 tutorial

Língua de ensino

Português e Inglês

Objectivos

- Dominar os métodos de investigação
- Obter conhecimentos sobre os assuntos em estudo
- Promover o debate científico autónomo
- Ser capaz de realizar investigação autónoma avançada com o objectivo de escrever um trabalho escrito de investigação e uma dissertação

Pré-requisitos

Não se aplica.

Conteúdo

(Re)Leituras Pós-Coloniais: De Robinson Crusoe a Wide Sargasso Sea


I – Introdução aos Postcolonial Studies
1.1. “Post-colonial” e “postcolonial”
1.2. O trabalho seminal de Edward Said Orientalism e os críticos
1.3. Conceitos da teoria pós-colonial
II – (Re)leituras pós-coloniais
2.1. O discurso pós-colonial em Robinson Crusoe
2.2. Escola, desporto e império: Tom Brown’s Schooldays
2.3. Literatura juvenil e império: King Solomons’ Mines e outras boy stories
2.4. Vozes femininas e império: Aïda, Jane Eyre e Wide Sargasso Sea
III – Metodologias de investigação

Bibliografia

ASHCROFT, Bill et alli (2002). The Empire Writes Back. Theory and Practice in Post-Colonial Literatures, London / New York: Routledge (1st ed. 1989).
________, (2013). Key Concepts in Post-Colonial Studies, London: Routledge (1st ed. 1998).
BOEHMER, Elleke (2005). Colonial & Postcolonial Literature. Migrant Metaphors, Oxford / New York: Oxford University Press (1st ed. 1995).
CHILDS, Peter (ed.) (1999). Post-Colonial Theory and English Literature. A Reader, Edinburgh: Edinburgh University Press.
COELHO, Maria Teresa Pinto (2004). Ilhas, Batalhas e Aventura. Imagens de África no Romance de Império Britânico no Último Quartel do Século XIX e Início do Século XX, Lisboa: Colibri.
RICHARDS, Jeffrey (ed.) (1989). Imperialism and Juvenile Literature, Manchester: Manchester University Press.
SAID, Edward (1993). Culture and Imperialism, London: Chatto & Windus.
SAVORY, Elaine (2009). The Cambridge Introdution to Jean Rhys, Cambridge: Cambridge University Press.

Método de ensino

- Aulas teóricas sobre as temáticas em estudo, assim como ensino de técnicas de investigação - c. 30%
- Leitura crítica de textos com debate na aula e apresentação e discussão de um trabalho oral - c. 70%
- Orientação tutorial do trabalho de investigação levado a cabo pelos alunos (sobretudo fora das horas de aula)


Método de avaliação

- Realização de um trabalho oral a ser apresentado e discutido na aula (50 % da nota final)
- Realização de um trabalho de investigação escrito (50% da nota final)

Cursos