Guia de Cursos

Queres conhecer a oferta de cursos da NOVA, nas áreas das licenciaturas, mestrados e doutoramentos?
No nosso Guia de Cursos encontras informação útil sobre Faculdades, Institutos e Escolas.
Podes ainda aceder a informações complementares necessárias a uma completa integração.

saber mais Guia de Cursos

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Ciência e Sociedade

Código

722011142

Unidade Orgânica

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento

Ciências da Comunicação

Créditos

10

Professor responsável

António Granado, Inês Queiroz

Horas semanais

3 letivas + 1 tutorial

Língua de ensino

Português

Objectivos

Pretende-se caracterizar e compreender as implicações do conhecimento e produção científica na sociedade partindo de uma cultura de base histórica que permita analisar criticamente a realidade actual e perspectivar desafios futuros da ciência perante a sociedade.

Estimular a capacidade de identificar/analisar processos de construção do conhecimento, da sua transmissão e apropriação pela sociedade, tendo em conta as exigências e problemas que se colocam neste domínio.

Identificar a diversidade de mecanismos e interacções entre ciência e sociedade, na perspectiva histórica e no presente, contemplando domínios como a ética e o risco mas também os mecanismos de apreensão/transmissão do conhecimento científico, designadamente: os meios e canais de difusão desse conhecimento, formas de divulgação (literatura científica, “popularização da ciência”, museus) e outras vias como a institucionalização da ciência.

Pré-requisitos

Conteúdo

Dez sessões serão organizadas por temas (apresentação e discussão); quatro sessões serão reservadas para visitas e apresentação de trabalhos.

Temas das sessões:
1. Modos de apreensão e relação da sociedade com o conhecimento científico em perspectiva histórica; os desafios da apropriação social do conhecimento
2. Contextos de promoção/impacto do conhecimento científico no plano social (guerras, epidemias, revoluções tecnológicas, descobertas fundamentais);
3. Meios e canais de difusão do conhecimento científico: televisão, rádio, web, literatura de divulgação;
4. Apropriações políticas da ciência (eg. carácter simbólico da ciência como poder);
5. Políticas científicas / organização da ciência;
6. Envolvimento do público/ transmissão do conhecimento / os públicos de ciência;
7. ONGs e Ciência;
8. Criação e promoção da cultura científica (museus, organizações de divulgação científica);
9. Ciência e cultura (arte, literatura, ficção científica, entretenimento);
10. Universidade/comunidades académicas na relação com a sociedade;
Quatro sessões serão reservadas a apresentação de trabalhos e visitas

Bibliografia

Science Communication (Sage journal)
Public Understanding of Science (Sage journal)
Journal of Science Communication (SISSA)
J. Gregory and S. Miller, Science in Public: Communication, Culture, and Credibility (Plenum Trade, 1998)
BAUER, Martin W, BUCCHI, Massimiliano, Journalism, Science and Society, Routledge, 2007.
SHAPIN, Steven,The Scientific Revolution, University of Chicago Press, Chicago, 1996.
FRASCA-SPADA, M. and JARDINE, N. (eds),Books and the Sciences in History, Cambridge, Cambridge University Press, 2000.
FINDLEN, P., Possessing Nature. Museums, Collecting and Scientific Culture in Early-Modern Italy, University of California Press, 1994.
L. HENSON et al (eds) Culture and Science in the Nineteenth-Century Media, Ashgate, Oxford, 2004.
WYNNE, Irwin and B. (eds), Misunderstanding science? The public reconstruction of science and technology, Cambridge University Press, 1996.
GONÇALVES, Maria Eduarda (org.), Cultura Científica e Participação Pública, Celta Editora, Lisboa, 2000.
GREGORY, Jane e MILLER, Steve, Science in Public, Perseus Publishing, London, 1998.
HOLLIMAN, Richard et. al, eds, Investigating Science Communication in the Information Age - Implications for public engagement and popular media, Oxford University Press, Oxford, 2008.
MONTGOMERY, S.L. The Chicago Guide to Communicating Science, Chicago University Press, Chicago, 2002.
WILSON, A. (1998). Handbook of Science Communication. London, Taylor & Francis.

Método de ensino

Discussão em sessão, com uma primeira parte de apresentação do tema e uma segunda fase de discussão de textos (ou filmes/ podcasts/ blogs, notícias)
Parte destes seminários contará com a participação de especialistas para discussão de problemas específicos (nas suas áreas de estudo sobre ciência, de investigação científica ou como policy makers) e com visitas a espaços de comunicação de ciência com o público em geral [Pavilhão do conhecimento/ museu ciência, manutenção militar, FPC e casa do futuro]

Método de avaliação

Assiduidade (10%)
Participação activa nos seminários, incluindo discussão de textos (10%)
Trabalho escrito (com apresentação defesa) / criação de blogs/sites (40%)
Projecto colaborativo com ONGs, museus ou entidades científicas/de investigação (com apresentação e defesa) (40%)

Cursos