Guia de Cursos

Queres conhecer a oferta de cursos da NOVA, nas áreas das licenciaturas, mestrados e doutoramentos?
No nosso Guia de Cursos encontras informação útil sobre Faculdades, Institutos e Escolas.
Podes ainda aceder a informações complementares necessárias a uma completa integração.

saber mais Guia de Cursos

Instituto de Higiene e Medicina Tropical

Preparação e gestão de projetos em investigação experimental

Código

5863006

Unidade Orgânica

Instituto de Higiene e Medicina Tropical

Departamento

Unidade de Microbiologia Médica

Créditos

3

Professor responsável

Ana Paula Arez

Horas semanais

TP: 17 Horas (Total de Horas);
S: 6 Horas (Total de Horas)
OT: Orientação tutorial: 5 Horas (Total de Horas)

Língua de ensino

Inglês e Português

Objectivos

No fim da UC os discentes estarão aptos a:
a) elaborar propostas de financiamento entre nacionais e internacionais, utilizando para tal exemplares diversos ligados a finacniamentos nacionais, Programa Quadro União Europeia e outros.
b) elaborar propostas de projecto cientifico com justificação orçamental;
c) contactar serviços ligados a gestão de projectos de forma a entenderem a calendarização e coimas relacionadas com os mesmos;
d) ter conceito de bioética, coordenação de projectos ou actividade como membro de projectos.
e) apresentar as suas propostas em público restrito.

Pré-requisitos

Não se aplica.

Conteúdo

1.- Leitura de propostas cientificas nas áreas da genética e das doenças infecciosas.
2.- Apresentação, leitura e análise de regulamentos vários ligados a propostas de financiamento na área.
3.- Análise de projectos aprovados ou não, com leitura dos textos dos avaliadores, para entendimento dos princípios da competitividade.
4.- Elaboração de propostas de projectos na área da Genética e/ou Doenças Infecciosas com parceiros da indústria.
5.- Conhecimento prático de um Gabinete de projectos e formato de trabalho dos relatórios financeiros.
6.- Apresentação oral dos mesmos a um júri de avaliadores.

Bibliografia

Concursos das agências financiadoras portuguesas e europeias como exemplo – guiões de candidatura, de avaliação e FAQ dos concursos mais recentes
Luis Archer 2006. Da Genética à Bioética. Ed. Gráfica de Coimbra 2. Coimbra,.
Maria do Céu Patrão Neves e Walter Osswald 2007. Bioética Simples. Ed. Verbo. Lisboa.
Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida, Paula Martinho da Silva (coord.) 2008. Investigação Biomédica – reflexões éticas. Ed. Gradiva. Lisboa.
Maria do Céu Patrão Neves (coord.) 2002. Comissões de Ética – das bases teóricas à actividade quotidiana. Ed. Gráfica de Coimbra, 2ª edição. Coimbra.

Método de ensino

Aulas expositivas: introdução, bioética, experimentação animal.
Aulas teórico praticas: leitura e análise de projectos nas áreas da genética, Parasitologia, Microbiologia, nos seus diversos subtemas.
Discussão por equipas a formar, de entre os discentes liderados por um docente.
Seminários por convite (conferencistas ligados à ndústria, área do Empreendedorismo, fundações nacionais e internacionais) com discussão.

Método de avaliação

A avaliação da aprendizagem será contínua, sendo a presença dos discentes obrigatória em todas as aulas.
Classificação (até 20 valores) pela apresentação de proposta de projecto a entidade nacional ou internacional. Discutida em aula na presença de discentes e docentes.

Cursos