Guia de Cursos

Queres conhecer a oferta de cursos da NOVA, nas áreas das licenciaturas, mestrados e doutoramentos?
No nosso Guia de Cursos encontras informação útil sobre Faculdades, Institutos e Escolas.
Podes ainda aceder a informações complementares necessárias a uma completa integração.

saber mais Guia de Cursos

Instituto de Higiene e Medicina Tropical

Investigação em progresso e perspetivas

Código

5863011

Unidade Orgânica

Instituto de Higiene e Medicina Tropical e Faculdade de Ciências Médicas

Departamento

Unidade de Microbiologia Médica

Créditos

1

Professor responsável

Fernando Sérgio Rodrigues Ribeiro Teles

Horas semanais

S: Seminários: 10 Horas (Total de horas)

Língua de ensino

Inglês e Português

Objectivos

Introduzir e refletir sobre temas e assuntos “de ponta” em áreas de investigação biomédica relacionadas com a genética humana, as doenças infeciosas (especialmente as tropicais) e a sua relação. No final da UC, os alunos deverão possuir uma visão abrangente sobre as tendências e perspetivas de desenvolvimentos científicos no âmbito da temática do Curso, assim como de trabalhos de grupos portugueses de investigação na área e de linhas de investigação relacionadas e a decorrer.

Pré-requisitos

Não se aplica.

Conteúdo

Dada a abordagem pouco convencional no formato das aulas (seminários proferidos por investigadores convidados), o conteúdo específico dependerá muito das circunstâncias do momento em que a UC decorrer, nomeadamente de temas de interesse que possam eventualmente surgir no momento e da disponibilidade e aceitação dos convites pelos oradores a serem convidados.
Em termos gerais, porém, alguns dos temas previsivelmente a abordar, em relação com a genética humana, serão: biossensores para diagnóstico médico; farmacogenómica; bioinformática; sequenciação de 3ª geração; genética de resistência/suscetibilidade às doenças infeciosas; mecanismos de interação de vetores com agentes patogénicos e com o hospedeiro humano; mecanismos de sinalização bacteriana; microarrays de ADN; terapia génica e vacinas de ADN; seleção natural dirigida por agentes patogénicos e coevolução hospedeiro/micróbio; genotoxicidade de nanomateriais; ARN’s não codificantes e micro-ARN’s.

Bibliografia

Abraham AM, Kannangai R, Sridharan G (2008). Nanotechnology: a new frontier in virus detection in clinical practice. Indian J Med Microbiol 26: 297-301.
Alcaïs A, Abel L, Casanova J-L (2009). Human genetics of infectious diseases: between proof of principle and paradigm. J Clin Inv 119: 2506-2514.
Ozsolak F, Milos PM (2011). RNA sequencing: advances, challenges and opportunities. Nat Rev Genet 12: 87-98.
Roederer MW, McLeod HL (2010). Applying the genome to national drug formulary policy in the developing world. Pharmacogenomics 11: 633-636.
Schadt EE, Turner S, Kasarskis A (2010). A window into third-generation sequencing. Human Mol Genet 19: R227-R240.

Método de ensino

Seminários (1 hora) proferidos por oradores convidados, investigadores a trabalhar em Portugal, em “áreas de ponta” relacionadas. Incluirão descrição geral das linhas de investigação desenvolvidas na instituição do orador, contextualização do tema, descrição específica do(s) seu (s) trabalho(s) de investigação e, no final, respostas do orador a comentários dos alunos.

Método de avaliação

Sortear-se-ão pequenos grupos de trabalho (2-3 pessoas) e um tema para trabalho escrito de grupo relacionado com cada seminário. Serão trabalhos de âmbito genérico, incidindo sobre as novidades e tendências na área e, eventualmente, sobre alguns procedimentos experimentais. A assiduidade aos seminários também será considerada um parâmetro individual de avaliação.

Cursos