Guia de Cursos

Queres conhecer a oferta de cursos da NOVA, nas áreas das licenciaturas, mestrados e doutoramentos?
No nosso Guia de Cursos encontras informação útil sobre Faculdades, Institutos e Escolas.
Podes ainda aceder a informações complementares necessárias a uma completa integração.

saber mais Guia de Cursos

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Filosofia Contemporânea - 2. semestre

Código

711031062

Unidade Orgânica

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento

Filosofia

Créditos

6

Professor responsável

João Sàágua

Horas semanais

4

Língua de ensino

Português

Objectivos

a) Identificar compreensivamente problemas centrais do pensamento filosófico contemporâneo.
b) Contextualizar esses problemas de forma diacrónica e sincrónica.
c) Desenvolver capacidade analítica e crítica através da leitura de textos relevantes da filosofia contemporânea.

Pré-requisitos

Não aplicável

Conteúdo

\"O que é a filosofia?\" sobre o conceito de intencionalidade

1) Existe um Mundo sem SI ou é o mundo auto-constituído? Onde está a Verdade? Intenção, sentido e referência, verdade e falsidade, realidade e ficção são temos comuns a ambas as tradições. Os projectos filosóficos de Frege, Wittgenstein, Husserl e Heidegger são abordagens aparentemente incompatíveis entre si. 2) As duas perspectivas filosóficas sobre questões como verdade, eu e mundo geram problemas, programas e soluções diferentes. Interpretação antagónica (histórica vs. a-histórica, intuitivo vs. não intuitiva, analítico vs. sintético, etc., etc. 3) O conceito do si próprio, e as diferentes interpretações de intencionalidade: a) racionalidade intencional de Husserl b ) o si que conversa em Wittgenstein, c) as intenções de Anscombe, d) intenções práticas de Davidson e e) o cuidado de si (Heidegger).

Bibliografia

Anscombe, G.E.M. (1957). Intention. Oxford: Basil Blackwell.

Davidson, D. (1980). ‘Intending,’ reprinted in Essays on Actions and Events, New York: Oxford, pp. 83–102.

Frege, G. (2008). Funktion, Begriff, Bedeutung, Fünf logische Studien. Göttingen: Vandenhoeck & Ruprech.

Heidegger, M. (1986). Sein und Zeit, Tübingen: Max Niemeyer.

Wittgenstein, L. (1984). “Philosophische Untersuchungen” in Werkausgabe, Band 1 (pp. 225-580). Frankfurt am Main: Surkamp Verlag.

Método de ensino

O programa recorre a duas actividades principais. Na primeira hora vamos ler, expor e explicar os principais conceito e os quadros teóricos dos textos em foco. Na segunda hora, faremos a interpretação e análise dos textos com os alunos, a fim de promover o debate sobre perspectivas alternativas, possíveis objeções, a argumentação e a expressão.

Método de avaliação

A avaliação é individual, através de um teste escrito (70%) no final do semestre e um ensaio escrito (30% ) supervisionado no acompanhamento tutorial.

Cursos