Guia de Cursos

Queres conhecer a oferta de cursos da NOVA, nas áreas das licenciaturas, mestrados e doutoramentos?
No nosso Guia de Cursos encontras informação útil sobre Faculdades, Institutos e Escolas.
Podes ainda aceder a informações complementares necessárias a uma completa integração.

saber mais Guia de Cursos

NOVA Medical School | Faculdade de Ciências Médicas

Especialização em Condições Músculo-Esqueléticas

Ciclo

Segundo ciclo

Grau

Mestre

Este percurso é um perfil de

Objectivos educativos

No ramo Condições Músculo-Esqueléticas (CME), o programa de estudos visa dotar os Licenciados em Fisioterapia de competências profissionais necessárias para intervir na área da dor e disfunção do movimento de natureza neuro-músculo-esquelética.

A intervenção da Fisioterapia nas condições músculo-esqueléticas é uma área de crescente desenvolvimento, fruto da investigação básica e clínica, acerca da natureza, mecanismos, prática e efectividade da Fisioterapia. Este ramo pretende igualmente responder às necessidades de saúde projectadas para a população portuguesa, nomeadamente para o aumento das doenças crónicas e incapacitantes de natureza músculo-esquelética (ver Plano Nacional de Saúde).

O programa de estudos foi desenvolvido considerando os critérios da International Federation of Orthopedic Manual Therapists (IFOMT-Membro da World Confederation for Physical Therapists), definido no documento “Educational Standards of IFOMT” (www.ifomt.org). O programa foi desenhado para desenvolver o conhecimento, as competências técnicas e clínicas, bem como as competências para investigar a efectividade da fisioterapia neste tipo de condições.

É utilizado o Modelo da Disfunção do Movimento como esquema organizador das relações entre as características do indivíduo (relação entre os hábitos do movimento, ocupação, postura e disfunção do movimento) e a forma em como este reage à dor e lesão. Neste modelo, o raciocínio clínico assume um papel central na definição de estratégias de avaliação e intervenção e na comunicação e ensino ao utente e/ou cuidadores.

Este ramo de especialização sustenta-se nos conhecimentos obtidos na licenciatura em Fisioterapia, pretendendo promover o desenvolvimento de competências específicas do fisioterapeuta para actuar junto dos diversos grupos da população.
Ao longo do curso o estudante deverá desenvolver:

a. Um conhecimento aprofundado e sistematizado e uma compreensão crítica acerca do impacto da dor e disfunções do movimento de natureza neuro-músculo-esquelética na função, e na restrição à participação do individuo.

b. Capacidade para recolher, interpretar e sintetizar a informação relativa à avaliação dos utentes, de forma a seleccionar, dentro das opções de tratamento, a mais adequada, usando a sua capacidade crítica e reflexiva, e trabalhando em colaboração com os utentes e cuidadores sempre que possível.

c. Implementar uma prática especializada nas condições de dor e disfunção do movimento de natureza neuro-músculo-esquelética, de acordo com os princípios éticos, morais e legais do exercício profissional.

d. Analisar criticamente as bases científicas da intervenção da fisioterapia nas condições de dor e disfunção do movimento de natureza neuro-músculo-esquelética e implementar uma prática baseada na evidência considerando a sua efectividade e o benefício percepcionado pelo utente e pelo fisioterapeuta.

e. Capacidade para colaborar de forma efectiva com os outros (equipas transdisciplinares e multidisciplinares e através de um envolvimento genuíno na parceria com o utente - envolvimento do utente), como participante, líder ou consultor, motivando-os e sabendo lidar com situações conflituosas.

f. Capacidade para compreender, avaliar e contribuir para o desenvolvimento do desempenho dos serviços prestados aos utentes/ populações com problemas de natureza neuro–músculo-esquelética e dos mecanismos que asseguram a manutenção e desenvolvimento da qualidade.

g. Capacidade para reflectir sobre a sua prática e sobre a sua profissão de forma a identificar objectivos pessoais e profissionais para o desenvolvimento profissional contínuo e a aprendizagem ao longo da vida, integrando o conhecimento e competências adquiridas com a sua experiência anterior.

h. Capacidade para formular novas questões, seleccionar, planear e implementar estratégias de investigação na área das Disfunções Neuro-músculo-esqueléticas, rever resultados de forma sistematizada e divulgá-los adequadamente.

Requisitos para obtenção do grau ou diploma

 

Acesso a outros cursos

 

Estrutura

1º ano
Código Nome Créditos
MF01 Análise Crítica da Evidência 4
MF04 Aspetos Clínicos da Dor 6
MF05 Desenvolvimento Profissional 6
MF02 Epidemiologia 3
MF03 Exercício e Função 6
MF12 Anatomo-Fisiologia Clínica 3
MF15 Diagnóstico Diferencial e Exames Complementares de Diagnóstico 3
MF16 Intervenção Fisioterapia Disfunções Músculo-Esqueléticas do Quadrante Inferior 8
MF17 Intervenção Fisioterapia Disfunções Músculo-Esqueléticas do Quadrante Superior 8
MF14 Ortopedia 4
MF13 Reumatologia 4
Opções
MF28 Reabilitação do Movimento 5
MF32 Programas de intervenção em utentes com dor crónica de natureza músculoesquelética 5
2º ano
Código Nome Créditos
MF38 Trabalho de Projeto 60