Guia de Cursos

Queres conhecer a oferta de cursos da NOVA, nas áreas das licenciaturas, mestrados e doutoramentos?
No nosso Guia de Cursos encontras informação útil sobre Faculdades, Institutos e Escolas.
Podes ainda aceder a informações complementares necessárias a uma completa integração.

saber mais Guia de Cursos

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Análise Política Comparada - 2. semestre

Código

711071000

Unidade Orgânica

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento

Estudos Políticos

Créditos

6

Professor responsável

Rui Branco

Horas semanais

4

Língua de ensino

Português

Objectivos

a) Aprender a construir conceitos, tipologias e indicadores;
b) Definir variáveis dependentes e variáveis independentes;
c) Escolher e delimitar unidades de comparação no espaço e no tempo;
d) Desenvolver formas de generalização teórica.

Pré-requisitos

Não aplicável

Conteúdo

1. Abordagem comparativa e tradições analíticas em ciência política.
2. As fundações clássicas da abordagem comparativa.
3. Lógica científica: questões, estilos de pesquisa, inferência e teoria.
4. Conceitos, tipologias e indicadores.
5. Causalidade: variáveis dependentes e variáveis independentes.
6. Unidades de comparação: escolha de casos, comparações no espaço e no tempo.
7. Estratégias e tipos de comparação: comparação por casos ou por variáveis; comparação ilustrativa ou causal; o método da semelhança e da diferença.
8. Métodos formais: análise comparativa qualitativa (QCA).
9. Processos temporais: longa duração, path dependency, sequências e timing.
10. Institucionalismo histórico: emergência e desenvolvimento institucional.
11. Institucionalismo histórico: dois estudos.

Bibliografia

SKOCPOL, Theda e SOMMERS, Margaret, «The uses of comparative history in macrosocial inquiry» in Theda Skocpol, Social Revolutons in the Modern World, Cambridge, Cambridge University Press, 1994, pp. 72-98
LIJPHART, Arend, «The Comparable-Cases Strategy», Comparative Political Studies, 8 (2), 1975, pp. 158-177.
RAGIN, Charles C., The Comparative Method. Moving Beyond Qualitative and Quantitative Strategies, Berkeley, University of California Press, 1989.
ROSE, Richard, «Comparing Forms of Comparative Analysis», Political Studies, XXXIX, 1991, pp. 446-462.
SARTORI, Giovanni e MORLINO, Leonardo, La Comparacion en las ciencias sociales, Alianza, Madrid, 1994.

Método de ensino

Aulas de índole teórica, de exposição dos tópicos fundamentais do Programa (60%), combinadas com aulas práticas destinadas à apresentação e discussão de textos (40%).

Método de avaliação

Duas provas escritas presenciais (frequências), uma a meio e outra no final do período de aulas.

Cursos