Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Economia Internacional - 2. semestre

Código

711071007

Unidade Orgânica

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento

Estudos Políticos

Créditos

6

Professor responsável

Álvaro Ferreira da Silva (FE/UNL)

Horas semanais

4

Língua de ensino

Português

Objectivos

Fornecer os fundamentos teóricos e empíricos para a análise da economia internacional contemporânea.

Pré-requisitos

Não aplicável

Conteúdo

Esta cadeira trata dos elementos teóricos e empíricos que permitem um melhor conhecimento do modo como as economias nacionais interagem num mundo globalizado. Serão abordadas as teorias que explicam a direcção e o conteúdo das trocas internacionais, incluindo das vantagens comparativas (Ricardo), as que determinam a intensidade dos fluxos com base na análise da dotação de factores produtivos (Heckscher-Ohlin), e as teorias gravitacionais que explicam porque pode não haver ganhadores no comércio internacional (Krugman). Do ponto de vista empírico, serão estudadas as causas das flutuações na intensidade das relações económicas internacionais, desde o advento da industrialização europeia no século XIX, passando pelo período de retracção da economia internacional entre as duas guerras, à análise das causas por trás da crescente globalização económica desde o fim da segunda Guerra Mundial. Nesse contexto, serão também estudados os fundamentos políticos da economia internacional, incluindo a criação do padrão-ouro, no século XIX, os problemas de gestão da economia internacional do período de entre as duas guerras mundiais, e as instituições criadas no rescaldo da segunda Guerra Mundial (FMI, Banco Mundial e OECE/OCDE), e ligadas à integração europeia (CECA, CEE, União Europeia e União Económica e Monetária). Será dada particular atenção às ligações entre economia internacional e política internacional.

Bibliografia

1.Reinert, Kenneth A. An Introduction to International Economics. New Perspecitves on the World Economy. Cambridge: Cambridge University Press, 2011.
2.Schenk, Catherine R. International Economic Relations since 1945. New York: Routledge, 2011.
3.Krugman, Paul, Obstfeld, Maurice and Melitz, Marc. International Economics. Theory and Policy. New Jersey: Prentice Hall, 2011 (9th edition).
4.Broadberry, Stephen and O’Rourke, Kevin (Eds.). The Cambridge Economic History of Modern Europe. Vol. 1: 1700-1870, Vol. 2: 1870 to the Present. Cambridge: Cambridge University Press, 2010.

Método de ensino

Aulas teóricas de apresentação e discussão dos conceitos fundamentais (50%) e aulas práticas de aprofundamento metodológico e análise de casos com maior participação dos estudantes (50%).

Método de avaliação

Uma frequência a meio do período (50%) e uma prova final (50%). A participação nas aulas é obrigatória e inclui uma apresentação oral.

Cursos