Guia de Cursos

Queres conhecer a oferta de cursos da NOVA, nas áreas das licenciaturas, mestrados e doutoramentos?
No nosso Guia de Cursos encontras informação útil sobre Faculdades, Institutos e Escolas.
Podes ainda aceder a informações complementares necessárias a uma completa integração.

saber mais Guia de Cursos

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Cultura Inglesa Contemporânea - 1. semestre

Código

711121004

Unidade Orgânica

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento

Línguas, Culturas e Literaturas Modernas, Secção de Estudos Ingleses e Norte-Americanos

Créditos

6

Professor responsável

Miguel Alarcão

Horas semanais

4

Língua de ensino

Português

Objectivos

a) Apresentar, partindo das reflexões sobre o conceito de “cultura” produzidas por intelectuais/pensadores anglófonos desde meados do período vitoriano até à actualidade, os principais pressupostos teóricos e práticas de análise dos “Estudos Culturais Britânicos”.
b) Estimular, por parte dos estudantes, as capacidades de pesquisa, recolha, análise e interpretação autónomas da informação sobre factos, fenómenos e figuras que, em sua opinião, marca(ra)m a Grã-Bretanha contemporânea.
c) Promover a aplicação dos conhecimentos adquiridos a(às) diferentes “maneiras de viver” (n)a(s) cultura(s) britânica(s), tendo em vista a produção de reflexões próprias e juízos críticos.
d) Avaliar as competências e os conhecimentos adquiridos.

Pré-requisitos

Conteúdo

I ) Introdução:
I.1. Os primórdios da análise e teorização britânicas sobre cultura: de Matthew Arnold a T. S. Eliot.
I.2. Os Estudos Culturais Britânicos:
I.2.1. Os pioneiros: Richard Hoggart, E. P. Thompson e Raymond Williams.
I.2.2. Outros desenvolvimentos e perspectivas anglófonos.
II) Apresentações orais.

Bibliografia

- COULDRY, Nick (2000), Inside Culture. Re-imagining the Method of Cultural Studies. London: Sage Publications Ltd.
- EAGLETON, Terry (2000), The Idea of Culture. Oxford: Blackwell.
- MULHERN, Francis (2001), Culture/Metaculture. London and New York: Routledge, “The New Critical Idiom”.
- STORRY, Mike e Peter Childs, eds. (2002), British Cultural Identities. London: Routledge.
- TURNER, Graeme (1996), British Cultural Studies. An Introduction. London and New York: Routledge, 1996).

Método de ensino

Após algumas aulas teóricas, a leccionação assumirá um cunho eminentemente prático, dada a apresentação oral de trabalhos efectuados pelos alunos. No final de cada aula, reservar-se-á um curto período (10-15 mins.) para debate, comentários, esclarecimento de dúvidas, etc. Serão ainda facultados textos de apoio complementares, além do acompanhamento das leituras e investigações a realizar pelos estudantes.

Método de avaliação

Elaboração de um trabalho, individual ou em grupo, para apresentação oral (50%).
Redacção presencial de um mini-ensaio (frequência): 4 págs. (50%)

Cursos