Guia de Cursos

Queres conhecer a oferta de cursos da NOVA, nas áreas das licenciaturas, mestrados e doutoramentos?
No nosso Guia de Cursos encontras informação útil sobre Faculdades, Institutos e Escolas.
Podes ainda aceder a informações complementares necessárias a uma completa integração.

saber mais Guia de Cursos

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

O Espaço nas Práticas Artísticas Contemporâneas/Spatial Practices in Contemporary Art

Código

722061109

Unidade Orgânica

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento

História da Arte

Créditos

10

Horas semanais

3 letivas + 1 tutorial

Língua de ensino

Inglês

Objectivos

1) Compreender os processos através dos quais a problematização do espaço se constitui como elemento transversal na arte contemporânea.
2) Tomando como referência a exploração da tridimensionalidade, reconhecer as relações entre o legado das primeiras vanguardas e as práticas artísticas contemporâneas.
3) Conhecer as principais vias e desdobramentos que, no domínio da experimentação em torno do espaço, determinaram a produção artística da segunda metade do século XX.
4) Problematizar a arte contemporânea através de uma perspectiva informada pela análise de algumas das actuais vertentes de articulação entre arte e espaço.
5) Aplicar os conhecimentos adquiridos e desenvolver capacidades críticas através da discussão de textos teóricos selecionados e da elaboração de um breve ensaio.

Pré-requisitos

Conteúdo

1) O binómio arte /vida e a problematização do espaço enquanto elemento heterogéneo.
2) Da escultura à tridimensionalidade: O legado das primeiras vanguardas do século XX. O Proun de Lissitzky e a Merzbau de Kurt Schwitters.
3) A New Sculpture do pós-guerra e o contributo de Anthony Caro.
4) O Minimalismo norte-americano e a questão da teatralidade.
6) Espacialidade e Performatividade: Happenings e Environments.
7) Especificidade e Crítica à Instituição. O exemplo da Land Art.
8) Construções: entre Arte e Arquitectura. A “anarchitecture” de Gordon Matta-Clark.
9) Espaço, Arte Pública e práticas relacionais.
10) Espaço, Lugar e Habitar.

Bibliografia

ALVES, M. B. (2012), O Espaço na Criação Artística do Século XX. Heterogeneidade, Tridimensionalidade, Performatividade. Lisboa: Colibri
BISHOP, C. (2005), Installation Art. A Critical History. London: Tate Publishing
BRUNO, G. (2002), Atlas of Emotion. Journeys in Art, Architecture and Film. New York: Verso
KELLEY, J., ed. (1993), Allan Kaprow. Essays on the blurring of Art and Life. Berkeley / Los Angeles / London: University of California Press
KRAUSS, R. (1977), Passages in Modern Sculpture, Cambridge / Massachusetts: The MIT Press
KWON, M. (2002), One Place after another. Site Specific Art and Locational Identity, Cambridge / Massachusetts: The MIT Press
MEYER, J., ed. (2000), Minimalism. London / New York: Phaidon Press
RENDELL, J. (2006), Art and Architecture. A place between. New York: I. B. Tauris

Método de ensino

Trata-se de uma unidade curricular teórico-prática que combina, regularmente, uma componente expositiva e uma componente de debate em torno de cada um dos pontos do programa. Pretende-se assim aprofundar e consolidar os conhecimentos adquiridos e garantir o envolvimento crítico e activo dos alunos na discussão de textos de referência indicados pela docente.

Método de avaliação

A avaliação final contemplará a preparação e participação nos debates realizados nas aulas (30%) e na elaboração de um trabalho individual final (70%).

Cursos