Guia de Cursos

Queres conhecer a oferta de cursos da NOVA, nas áreas das licenciaturas, mestrados e doutoramentos?
No nosso Guia de Cursos encontras informação útil sobre Faculdades, Institutos e Escolas.
Podes ainda aceder a informações complementares necessárias a uma completa integração.

saber mais Guia de Cursos

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Arte e Poder no Tempo das Ditaduras

Código

722170113

Unidade Orgânica

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento

História da Arte

Créditos

10

Horas semanais

3 letivas + 1 tutorial

Língua de ensino

Português

Objectivos

1) Adquirir um conhecimento aprofundado sobre os principais problemas que se colocam à produção artística num período que se baliza entre o fim da 1ª Guerra e o começo da Segunda.
2) Explicitar o papel da pintura, da escultura e da arquitectura na consolidação das ditaduras na Europa dos Anos 30, situando o contributo dos artistas e apresentando nas aulas exemplos dessa actuação.

Pré-requisitos

Não aplicável

Conteúdo

1) O regresso à ordem nos Anos 20 e os imperativos modernistas. Classicismo e Valori Plastici. Da Pintura metafísica à Nova objectividade. O Novecento italiano. Da arte nacional à arte de Estado.
2) A U.R.S.S. e o movimento moderno. O debate sobre a função da arte e dos artistas e o realismo socialista. A arte como monumento.
3) Nacional-socialismo e Arte Moderna. A pintura de género na definição da nova pintura alemã. Aspectos da arte e poder no III Reich.
4) As artes na Exposição Internacional de Paris (1937) e o poder das nações. As representações da Alemanha e da U.R.S.S. O pavilhão de Espanha e a Guernica de Picasso. A participação de Portugal e o programa de António Ferro. Exposição e posições arquitectónicas. A escultura e a pintura decorativa.
5) A antevisão do Mundo do amanhã na New York World´s Fair em 1939 . As representações estrangeiras e os pavilhões da U.R.S.S. e de Itália. A participação de Portugal, o programa de António Ferro e a sua visão do futuro.

Bibliografia

AAVV (1996), Arti i Poder. L’Europa dels Ditadors (1930-1945), Barcelona, Centre de Cultura Contemporània.
AAVV (1987), Paris. 1937 Cinquantenaire. Paris: Institut Français d´Architecture, Paris-Musées.
AAVV (1981), Les Réalismes (1919-1939), Paris: Centre Georges Pompidou.
ACCIAIUOLI, M. (1998), Exposições do Estado Novo: 1934-1940, Lisboa: Livros Horizonte.
AAVV (1997), Années 30 en Europe: Le Temps Menaçant 1929-1939, Paris: Musée d´Art Moderne de la Ville de Paris/Flamarion.

Método de ensino

Trata-se de uma unidade curricular teórico-prática que combina, regularmente, uma componente expositiva e uma componente de debate em torno de cada um dos pontos do programa. Pretende-se assim aprofundar e consolidar os conhecimentos adquiridos e garantir o envolvimento crítico e activo dos alunos na discussão de textos de referência indicados pela docente.

Método de avaliação

A avaliação final contemplará a preparação e participação nos debates realizados nas aulas (30%) e na elaboração de um trabalho individual final (70%).

Cursos