Guia de Cursos

Queres conhecer a oferta de cursos da NOVA, nas áreas das licenciaturas, mestrados e doutoramentos?
No nosso Guia de Cursos encontras informação útil sobre Faculdades, Institutos e Escolas.
Podes ainda aceder a informações complementares necessárias a uma completa integração.

saber mais Guia de Cursos

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

O Espectáculo Músico-Teatral

Código

73202118

Unidade Orgânica

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento

Ciências Musicais

Créditos

10

Horas semanais

2

Língua de ensino

Português

Objectivos

- Proporcionar uma formação avançada na teoria e história do espectáculo músico-teatral, investigando as
tipologias dos sistemas de comunicação (nos planos da produção, mediação, recepção), a sua constituição e a sua dinâmica, em interacção com a mudança dos contextos socioculturais, económicos e políticos.
- Fornecer instrumentos de análise músico-dramatúrgica, salientando o papel estruturante da música: na
construção das personagens e na caracterização das situações, incluindo o seu papel como comentário,
contraponto e elemento de distância crítica (ou Verfremdung), bem como ainda as possibilidades proporcionadas pelas novas tecnologias.
- Fornecer um conhecimento teórico-prático da problemática da gestão, da produção e da promoção do
espectáculo músico-teatral, dando especial atenção à sustentabilidade do emprego artístico local e à
formação de novos públicos.
- Desenvolver competências de trabalho em equipa.

Pré-requisitos

Não aplicável

Conteúdo

- Géneros músico-teatrais (MT) na história e na actualidade. Particular incidência na ópera e géneros afins
(“Singspiel”, opereta, ópera cómica, e, mais modernamente, também o “musical”).
- A música e o universo sonoro no teatro. Espaço teatral e espaço sonoro. Da ideia de Gesamtkunstwerk aos processos de fragmentação e montagem (problematização da relação entre “ver” e “ouvir”).
- A problemática da interpretação ou da performance MT. Distinção entre “obra” e “partitura”. Enquadramento
teórico e estudo de diferentes tendências da prática MT.
- A produção do espectáculo: do projecto à estreia. Contexto sócio-cultural e públicos-alvo, estratégia de
programação, gestão de recursos.
- A encenação: desde o trabalho de pesquisa dramatúrgica e elaboração conceptual até ao resultado final.
- A comunicação MT na língua do público. O espectáculo MT e a “palavra cénica” em língua portuguesa.
Problemas de prosódia e fonética.
- A abertura à comunidade e o trabalho com a comunicação social.

Bibliografia

Agid, Phillipe / Tarondeau, J. (2010), The Management of Opera: An International Comparative Study, London,Palgrave Macmillan.
Adorno, Theodor W. (2006), Towards a Theory of Musical Reproduction, Cambridge:Polity Press.
Kaye, Deena / LeBrecht, J. (2009), Sound and Music for the Theatre: The Art & Technique of Design, 3d Ed.,
Amsterdam:Elsevier / Focal Press.
Kenrick, John (2008), Musical Theatre: a History, New York:Continuum.
Levin, D. J. (2010), Unsettling Opera: Staging Mozart, Verdi, Wagner, and Zemlinsky, Chicago:University of
Chicago Press.
Miller, J. (1986), Subsequent Performances, London:Faber and Faber.
Parker, R. (2006), Remaking the Song: Operatic Visions and Re-Visions from Handel to Berio, Berkeley: University of California Press.
Ribeiro, Paula (2002), Hystérie et Mise en Abîme: le drame lyrique au début du XXème siècle, Paris: L’Harmattan.
Vieira de Carvalho, M. (2005), “Por lo impossible andamos”: A ópera como teatro de Gil Vicente a Stockhausen, Porto:Âmbar

Método de ensino

O ensino basear-se-á no trabalho activo dos estudantes. Consoante o perfil de cada um e as respectivas expectativas de especialização ser-lhes-ão distribuídas tarefas a ser avaliadas de acordo com a sua especificidade.
Na base da exposição teórica e da bibliografia indicada, os trabalhos de pesquisa e reflexão crítica serão
elaborados e apresentados pelos estudantes como contributo para o debate colectivo sobre os diversos
tópicos contemplados.
A ligação entre teoria e prática será garantida, no quadro da disciplina, através de workshops de preferência
orientados por especialistas convidados. Procurar-se-á garantir a complementaridade e cooperação das
diferentes componentes (gestão, programação, dramaturgia, encenação, composição/escrita dramática,etc.).

Método de avaliação

Cursos