Faculdade de Ciências e Tecnologia

Segurança e Higiene Ocupacionais

Código

10610

Unidade Orgânica

Faculdade de Ciências e Tecnologia

Departamento

Departamento de Engenharia Mecânica e Industrial

Créditos

3.0

Professor responsável

Isabel Maria Nascimento Lopes Nunes, Maria Celeste Rodrigues Jacinto

Horas semanais

4

Total de horas

64

Língua de ensino

Português

Objectivos

As matérias ensinadas devem proporcionar aos alunos da FCT-UNL conhecimentos básicos e fundamentais no domínio da segurança e saúde ocupacionais, integrando-os com conhecimentos adquiridos noutras disciplinas dos respectivos cursos.

No final do semestre os alunos deverão estar aptos a identificar, fazer uma pré-avaliação e prevenir os perigos e riscos mais comuns do mundo do trabalho, especialmente em ambientes industriais. Devem estar preparados para saber comunicar e articular estratégias com os técnicos de segurança acreditados, responsáveis por esta vertente em cada empresa.

Pré-requisitos

Não existe regime de precedências.

Conteúdo

1. Introdução à Gestão da Segurança: Organização e Gestão da Segurança, Higiene e Saúde do Trabalho (SHST). Legislação. Custos da Segurança: Acidentes e Prevenção. Conceito de Perigo, Risco e Risco aceitável. Hierarquia da Prevenção e Proteção. Princípio ALARP.
2. Acidentes de Trabalho: Causalidade dos acidentes. Índices de sinistralidade e outros indicadores de monitorização.
3. Incêndio e Explosão: Riscos de explosão e inflamação. Misturas explosivas. Limites de explosividade e inflamabilidade. Caracterização do risco de explosão. Medidas de Prevenção e Protecção contra incêndios. Detecção e Alarme. Classes de fogos. Processos de extinção e agentes extintores. Avaliação do risco de incêndio.
4. Higiene e Saúde : Contaminação Química no trabalho. Substâncias perigosas. Ruído Ocupacional. Exposição a vibrações. Iluminação. Ambiente Térmico.
5. Segurança no Trabalho: Sinalização de Segurança. Equipamento de Protecção Individual. Armazenagem de substâncias perigosas. Riscos elétricos.

Bibliografia

- BS 8800. 2004. Guide to occupational health and safety management systems. British Standard Institutions
- OHSAS 18001. 2007. Occupational health and safety management systems – Standard. 
- Harms-Ringdahl, L. 2001. Safety Analysis – Principles and Practice in Occupational Safety. 2nd Ed. Taylor & Francis, Lon.
- Jacinto, Celeste; não pub, 2012. Métodos Práticos para Análise e Avaliação de Riscos. Apoio às aulas, FCT/UNL
- Kjellén, Urban. 2000. Prevention of accidents through experience feedback. Taylor & Francis, Lon.
- Kumamoto,H. & Henley, E.J. 1996. Probabilistic Risk Assessment and Management for Engineers and Scientists, 2nd Edition, IEEE Press, New York
- Legislation / EU Directives: Imprensa Nacional – Casa da Moeda. 
- Miguel, AS. 2005. Manual de Higiene e Segurança do Trabalho, 8ª Ed, Porto Editora
- Willie H.1989. Occupational Safety Management and Engineering, 4th Ed, Prentice Hall, Englewood Cliffs, New Jersey

Método de ensino

Aulas teóricas

Nas aulas teóricas é feita uma exposição oral da matéria, com projecção de slides (data show) e o apoio do quadro de parede. Os alunos são motivados a intervir, de forma disciplinada, através de perguntas colocadas pela(s) docente(s).
A colocação de questões serve também para avaliar o grau de conhecimento dos alunos relativamente a alguns conceitos básicos que vão ser utilizados durante a exposição da matéria (conhecimentos gerais ou conceitos adquiridos nas disciplinas propedêuticas). Desta forma, a docente tem a possibilidade de fazer uma breve revisão de outras matérias, sempre que considere oportuno e no sentido de facilitar a aprendizagem.
No início de cada aula é feita uma breve síntese (por tópicos) da matéria abordada na aula anterior. No final da mesma, ou quando se dá a transição para um novo assunto, é feita uma recapitulação sobre as questões mais relevantes da matéria exposta.

  Aulas práticas e recursos laboratoriais

Sempre que possível, dado o carácter muito prático da disciplina, apresentam-se exemplos de casos reais (bons e maus exemplos). Para o efeito são também utilizadas fotografias e vídeos.

- Resolução de exercícios: em algumas aulas, e em função da matéria, são resolvidos exercícios teórico-práticos, para que os alunos possam acompanhar o raciocínio envolvido em cada passo, sendo discutidos e comentados os resultados.

- Trabalho prático de grupo (fora das aulas): Legislação em vigor (SHST): pesquisa, análise e preparação de sínteses (um tema por grupo). Apresentação oral na 4ª aula prática (discussão é individual). Objectivo: pretende-se que os alunos adquiram treino em pesquisa de documentos legislativos e respectiva interpretação. O treino inclui comunicação oral, através da apresentação de uma síntese a toda a turma (em powerpoint). Desta forma é possível fazer com que os alunos complementem, por outra via, os conhecimentos transmitidos nas aulas teóricas.

- Equipamento de Protecção Individual (EPI). É uma aula de cariz teórico-prático, em que os alunos têm contacto directo com diversos equipamentos. Para apoio a esta aula foram adquiridos exemplares de diversos EPI’s. A aula é realizada no Laboratório de Ergonomia. Contacto com diverso tipo de Sinalização de Segurança existente no Laboratório de Ergonomia, e respectivo enquadramento legislativo.

- Medição e avaliação de ruído ocupacional (Laboratório - uso de sonómetros). Medição da exposição ao ruído, utilizando gravações feitas em diversas unidades industriais. Cálculo dos parâmetros de avaliação e análise dos resultados. Medidas de protecção a recomendar. Nesta aula os alunos são incentivados a usar protectores auriculares, para percepcionarem o nível de atenuação obtido. Trabalho fora das aulas: elaboração de relatório escrito para avaliação, em formato "artigo científico".

- Iluminação (Laboratório - uso de luxímetros). Cálculo da iluminação em ambientes de trabalho interiores. Comparação do valor teórico calculado com o valor da iluminância da sala em questão (valor obtido por medição). Análise e discussão dos resultados.

Método de avaliação

3 componentes com nota (0-20) + 1 componente com presença e execução obrigatória de trabalho laboratorial.

1 TRABALHO GRUPO (TG) (20% classificação final)

1 trabalho de grupo, com apresentação individual - tópico específico por grupo - exposição oral do trabalho e discussão (aspectos importantes da Legislação nacional e comunitária em matéria de SST).

Este primeiro trabalho é o que confere frequência (nota mínima de 9 valores). A frequência pode transitar para o ano seguinte (apenas 1 ano), mantendo a classificação e ponderação.

 2 TESTES INDIVIDUAIS (T) (80% classificação final, 40% cada teste)

2 mini-testes individuais (duração máxima 1h, em horário da aula teórica). 

PS: Nos testes e exames, só é permitido o uso de calculadora científica. NÃO é autorizado o uso de máquinas gráficas, nem de qualquer dispositivo com ligação à Internet.

 PRESENÇA E EXECUÇÃO DE TRABALHO LABORATORIAL

Pelo menos um Trabalho Laboratorial (avaliação de Ruído ou Iluminação do local de trabalho). Avaliação 0/1 (ou seja, é obrigatório, mas não entra para a média final). Multiplica pela nota final (0 ou 1). Cada aluno, individualmente, tem de realizar as medições, fazer os cálculos e escrever conclusão durante a aula. Entrega folha manuscrita no final da aula.

Apenas a nota final é arredondada para valor inteiro. 

NOTA FINAL (média)= [20% TG + 40% T1 + 40% T2] x (0/1) Lab

Cursos