Faculdade de Ciências e Tecnologia

Tecnologia de Pedreiras

Código

10742

Unidade Orgânica

Faculdade de Ciências e Tecnologia

Departamento

Departamento de Ciências da Terra

Créditos

6.0

Professor responsável

José António de Almeida

Horas semanais

5

Total de horas

84

Língua de ensino

Português

Objectivos

Aprender conceitos relacionados com a exploração a céu aberto de recursos minerais, nomeadamente no que respeita à legislação, a caracterização de recursos, técnicas, equipamentos (rochas ornamentais, areia e minerais industriais) e introdução às questões ambientais e recuperação do local.

Pré-requisitos

Não são necessários requisitos específicos.

Conteúdo

Terminologia de pedreiras. Legislação. Projectos de exploração de pedreiras. Produtividade de um equipamento. Fluxograma geral de uma exploração de rochas ornamentais. Etapas e equipamentos utilizados para a perfuração, corte, derrube e esquadriamento. Transporte para o parque de blocos. Fracturação e dimensão dos blocos. Fluxograma geral de uma exploração de agregados. Etapas e equipamentos para a exploração de rochas consolidadas. Arranque mecânico e com explosivos. Explosivos e pegas de fogo. Carga e transporte. Fluxograma geral de uma exploração de areias. Arranque, carga e transporte. Centrais de processamento para rochas ornamentais, agregados britados e areias. Equipamentos e aspectos de dimensionamento. Impactes ambientais da exploração de pedreiras e preparação de um EIA. Planos de pedreira. Planos de fecho. Plano ambiental e de recuperação paisagística. Monitorização. Segurança e higiene ocupacional aplicada. Resolução de problemas com dimensionamento de equipamentos.

Bibliografia

[1] J. Almeida e C. Costa, Apontamentos de Tecnologia de Pedreiras, FCT/UNL, 2003.
[2] M. Revuelta & C. Jimeno, Manual de Evaluación y Diseño de Explotaciones Mineras, Entorno Grafico, SL, Madrid, 1997, ISBN 84-921708-2-4.
[3] Carlos López Jimeno, Manual de Aridos, Entorno Gráfico, SL, Madrid, 1994, ISBN 84-605-1266-5. [4] Carlos López Jimeno, Manual de Rocas Ornamentales, Entorno Gráfico, SL, Madrid, 1995, ISBN 84-605-4957-7.
[5] Vários autores. Manual de Perforacion Y Voladura de Rocas, série geotecnia, Instituto Geologico Y Minero de España, ISBN: 84-505-7007-7.

Método de ensino

O ensino é proporcionado por sessões teórico-práticas de 4 horas cada onde apresentam-se conceitos técnicos, sempre que possível documentados com exemplos, e resolvem-se problemas de dimensionamento. Estão previstas visitas a explorações de rochas ornamentais e agregados. Toda a informação e apresentações são disponibilizadas na Web (CLIP).

Método de avaliação

A avaliação tem duas componentes: (1) dois testes de três horas com parte teórica (sem consulta) e parte prática (com consulta); (2) no último dia de aulas é entregue um teste com perguntas retiradas dos testes anteriores e é pedido que resolvam nas 24 horas seguintes e submetam ao docente por email. A nota mínima em cada teste é é 8. A componente (1) pode ser substituida por exame.

A componente (1) vale 80% da nota final (50% da teórica e 30% da prática) e a componente (2) vale os restantes 20%.

Não é considerada frequência.


Cursos