Guia de Cursos

Queres conhecer a oferta de cursos da NOVA, nas áreas das licenciaturas, mestrados e doutoramentos?
No nosso Guia de Cursos encontras informação útil sobre Faculdades, Institutos e Escolas.
Podes ainda aceder a informações complementares necessárias a uma completa integração.

saber mais Guia de Cursos

Faculdade de Ciências e Tecnologia

Redes de Computadores

Código

8149

Unidade Orgânica

Faculdade de Ciências e Tecnologia

Departamento

Departamento de Informática

Créditos

6.0

Professor responsável

José Augusto Legatheaux Martins

Horas semanais

5

Total de horas

70

Língua de ensino

Português

Objectivos

Conhecimentos

  • Redes de computadores: terminologia, organização, serviços, componentes e princípios estruturantes
  • Transmissão fiável de dados
  • Qualidade de serviço
  • Difusão de informação
  • Nomes e endereços
  • Encaminhamento: princípios e algoritmos
  • Redes TCP/IP – princípios e protocolos
  • Noções fundamentais sobre o funcionamento dos canais em geral e as redes Ethernet comutadas 

Aptidões e competências

  • Perceber a arquitetura e como funciona uma rede de computadores
  • Indicadores de desempenho da rede e sua estimativa e medida
  • Perceber o impacto dos níveis transporte e rede sobre o desempenho das aplicações distribuídas
  • Perceber como é que a informação é difundida
  • Conhecer e saber utilizar interfaces de transporte
  • Analisar, estruturar e desenvolver pequenas aplicações distribuídas

Pré-requisitos

Competências de programação e sistemas de operação.

Conteúdo

Redes de computadores: terminologia, organização, serviços, componentes e princípios estruturantes (o que é uma rede, estruturação de aplicações e protocolos aplicacionais: requisitos das aplicações e transporte, canais, multiplexagem estatística, store & forward, comutação de pacotes, estrutura em camadas, ...)

Transmissão fiável de informação: requisitos e técnicas específicas (Stop & Wait, Qualidade de serviço, TCP, Difusão e FEC - Forward Error Correction)

Nomes e endereços (camadas de designação, DNS, endereços IP, endereços MAC). Difusão de informação (HTTP, desempenho e escalabilidade, …). Redes de distribuição de conteúdos e vídeo sobre HTTP

Encaminhamento: princípios, endereçamento e algoritmos mais comuns. Redes e protocolos TCP/IP: DHCP, ARP, NAT, IP, encaminhamento em IP

Bibliografia

José Legatheaux Marins, "Fundamentos de Redes de Computadores - Ilustrado com base na Internet e nos Protocolos TCP/IP," FCT da Universidade Nova de Lisboa, 2016, Edição 0.9

James F. Kurose and Keith W. Ross, "Computer Networking - A Top-Down Approach," Addison Wesley — Pearson Education, 2012, ISBN-10: 0136079679, 6th Edition


Método de ensino

Nas aulas teóricas expõe-se e discute-se o programa da cadeira. Em algumas aulas teóricas resolvem-se e discutem-se problemas tipo que envolvem a modelização e a análise de um protocolo ou de uma situação.

Nas aulas práticas são desenvolvidos diversos trabalhos cujo objectivo é levar o aluno a realizar trabalhos experimentais sobre os tópicos mais importantes da matéria. Para além de cumprirem os objectivos dos trabalhos, os alunos devem depois relacionar os resultados obtidos com os tópicos da matéria que são relevantes. Em várias aulas procede-se à resolução de problemas tipo e também à análise de protocolos.

Método de avaliação

Dois testes intermédios (sem consulta e com o peso de 35% cada na nota final) ou exame de recurso sobre toda a matéria teórica (sem consulta e com o peso de 70% na nota final). E ainda dois trabalhos laboratoriais (com o peso de 15% cada na nota final). Estes trabalhos são elaborados em grupos de até 2 estudantes. A nota de cada trabalho é individualizada, através da realização de um mini-teste de avaliação de cada estudante e de cada trabalho. Todas as notas intermédias são arredondadas às décimas.

Regras específicas sobre os trabalhos laboratoriais: 1) os trabalhos realizados por mais do que dois estudantes, ou entregues depois da data de realização do mini-teste da respectiva avaliação, têm por classificação individual 0 valores; 2) se um estudante faltar ao mini teste de avaliação individual de um trabalho, a sua classificação máxima no mesmo será 5 valores; 3) se um trabalho for entregue depois do prazo limite, a sua classificação final é penalizada em 1 valor por dia de atraso.

Regras específicas para ter sucesso na unidade curricular: 1) as avaliações dos trabalhos laboratoriais têm de ter média ≥ 6,5 valores e a obtenção desta média dá frequência da parte laboratorial da disciplina; 2) a média das classificações dos dois testes intermédios, ou do exame final, tem de ser ≥ 9,5 valores.

Todos os estudantes que obtiveram frequência em anos anteriores, já têm a respectiva nota de trabalho laboratorial e esta é igual à que então obtiveram. Se repetirem a avaliação da parte laboratorial, contará a melhor nota obtida.


Cursos