pixel 12ª edição do Prémio de Jornalismo Económico desafia jornalistas a apresentarem trabalhos até 9 de maio | Universidade NOVA de Lisboa

12ª edição do Prémio de Jornalismo Económico desafia jornalistas a apresentarem trabalhos até 9 de maio

Iniciativa da NOVA e do Banco Santander Totta tem como objetivo premiar os melhores trabalhos jornalísticos publicados em Portugal na área da economia.

Prémio de Jornalismo Económico

Estão abertas as inscrições para a 12ª edição do Prémio de Jornalismo Económico (PJE), uma iniciativa conjunta entre a Universidade NOVA de Lisboa e o Banco Santander Totta que procura premiar os melhores trabalhos jornalísticos publicados em Portugal na área da economia.

A iniciativa vai premiar trabalhos em três áreas diferentes, designadamente “Gestão de Empresas e Negócios”, “Mercados Financeiros” e “Sustentabilidade e Inovação Empresarial”. Podem concorrer todos os jornalistas que tenham publicado trabalhos na comunicação social, impressa ou eletrónica, entre os dias 1 de janeiro e 31 de dezembro de 2017. As candidaturas decorrem até 9 de maio de 2018 no website do Prémio.

O melhor trabalho das três áreas terá direito ao "Grande Prémio" no valor de 10.000 euros e será o vencedor da respetiva categoria em que se insere. Existem ainda prémios no valor de 5.000 euros para o melhor artigo de cada uma das outras áreas do concurso.

Os trabalhos serão avaliados pelos jornalistas da área económica Helena Garrido, Sérgio Figueiredo e Conceição Zagalo e por algumas personalidades da Universidade NOVA. O Diretor da NOVA FCSH, Professor Francisco Caramelo, e os docentes António Granado (NOVA FCSH), José Albuquerque Tavares (Nova SBE) e Paulo Pinho (NovaSBE) compõem o painel representado pela instituição.

O Presidente e Vice-Presidente do Prémio são, respetivamente, António Vieira Monteiro, Presidente da Comissão Executiva do Santander Totta, e  o Professor João Sàágua, Reitor da Universidade NOVA de Lisboa.

Consulte o regulamento completo no site do concurso.

Conheça ainda os vencedores do Prémio de Jornalismo Económico do ano passado.