Dez anos de Bolsas European Research Council (ERC) na NOVA | Universidade NOVA de Lisboa

Dez anos de Bolsas European Research Council (ERC) na NOVA

Desde 2007, os investigadores da NOVA angariaram 15 Bolsas ERC totalizando 23 milhões de euros.

10 anos ERC logo

Desde 2007, altura em que as bolsas de investigação ERC (European Research Council) foram criadas pelo Conselho Europeu de Investigação, a Universidade NOVA de Lisboa tem tido um desempenho acima da média nacional sendo a segunda Universidade com maior número de bolsas ERC atribuídas, num total de 15, que representam 23 milhões de euros.

Estas bolsas premeiam a excelência científica apoiando investigadores de elevado potencial na condução de investigação de ponta.

A Professora Elvira Fortunato, vice-reitora da NOVA, foi destacada numa reportagem do jornal Expresso sobre as “bolsas milionárias” e o seu impacto na investigação feita em Portugal nos últimos dez anos, dado que foi uma das primeiras cientistas a trabalhar no país a receber uma bolsa ERC em 2008, no valor de 2,25 milhões de euros.

O financiamento foi utilizado para instalação do Laboratório de Nanofabricação no Centro de Investigação de Materiais (Cenimat/i3N) da Faculdade de Ciências e Tecnologia da NOVA, aquisição de equipamento e contratação de bolseiros. Os resultados permitiram continuar e ampliar o trabalho do centro de investigação que está atualmente no top 7 dos centros de investigação com maior número de bolsas ERC a nível nacional.

Até à data, os investigadores da NOVA obtiveram 9 Starting Grants, uma Advanced Grant, 4 Consolidator Grants e uma Proof of Concept Grant. A mais recente bolsa ERC, com o valor de 2,53 milhões de euros, foi obtida pela investigadora Mariana Pinho do ITQB/NOVA e é uma das maiores bolsas atribuídas em Portugal.

Saiba mais sobre as Bolsas ERC da NOVA.

Portugal já ganhou 88 bolsas de investigação ERC desde 2007, altura em que foram criadas pelo Conselho Europeu de Investigação, num valor total de 142 milhões de euros.