pixel Impacto científico, colaboração e igualdade de género destacam a NOVA no Ranking de Leiden 2019 | Universidade NOVA de Lisboa

Impacto científico, colaboração e igualdade de género destacam a NOVA no Ranking de Leiden 2019

Este ano o ranking trouxe uma novidade ao incluir um critério que analisa a autoria de artigos científicos na perspetiva do género.

De acordo com o ranking de Leiden 2019, a Universidade NOVA de Lisboa é a instituição portuguesa com maior impacto no que diz respeito aos artigos científicos publicados a nível mundial, com 12,5% de toda a produção científica no TOP 10% de publicações mais citadas.

O ranking, compilado pela CWTS-Centre for Science and Technology Studies da Universidade de Leiden, analisa a performance científica de mais de 1000 universidades a nível mundial e baseia-se no impacto dos artigos científicos, que é medido pelo número de vezes que são citados.

A NOVA ocupa a 1ª posição nacional em termos colaborativos, sendo a instituição universitária que mais contou com a colaboração de parceiros internacionais nos artigos publicados.

Em termos de impacto normalizado da sua produção (MNCS), a NOVA está 20% acima da média mundial em termos de citações normalizadas por área.

Este ano o ranking trouxe uma novidade ao incluir um critério que analisa a autoria de artigos científicos na perspetiva do género. Também aqui a NOVA ocupa o 1º lugar nacional com a maior proporção de publicações com autores do sexo feminino (50,6 %), ocupando ainda a 6ª posição a nível europeu e a 9ª a nível mundial.

Este resultado vem comprovar o compromisso da NOVA com o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 5 da ONU referente à Igualdade de Género o que, aliás, é também corroborado com a participação no projeto europeu SPEAR - Supporting and Implementing Plans for Gender Equality in Academia and Research que teve início no primeiro trimestre de 2019.