pixel NOVA na vanguarda em 2023 ao lado da rede de universidades europeias YERUN | Universidade NOVA de Lisboa

NOVA na vanguarda em 2023 ao lado da rede de universidades europeias YERUN

O Vice-Reitor João Amaro de Matos é agora membro do Executive Board da Rede Europeia de Jovens Universidades de Investigação, cujo mais recente relatório anuncia um novo ano dedicado a pilares estratégicos para a NOVA: igualdade de oportunidades, impacto na sociedade e responsabilidade ambiental  

A Rede Europeia de Jovens Universidades de Investigação (YERUN), da qual a NOVA faz parte, acaba de lançar o seu mais recente relatório anual, anunciando que, em 2023, não faltarão iniciativas sobre temas estratégicos para a NOVA. A outra boa notícia é que, na última assembleia da YERUN, o Vice-Reitor da NOVA João Amaro de Matos foi eleito membro do Executive Board.   

Fundada em 2016, em Dublin, a YERUN reúne universidades europeias com menos de 50 anos que se têm classificado nos lugares cimeiros em diversos rankings internacionais e têm na investigação um dos seus principais pilares.  

Entre os principais temas abordados neste relatório, destacam-se a realização das duas assembleias gerais em 2022, os resultados dos grupos de trabalho da YERUN, as últimas edições dos Research Mobility Awards e Open Science Awards, bem como as principais publicações da rede. Entre este último grupo, salienta-se a publicação de um position paper com pontos fundamentais para levar avante a Reforma da Avaliação da Investigação, acordados no âmbito da última assembleia geral da YERUN, que contou com a participação da Professora Isabel Rocha, Vice-Reitora da NOVA com o pelouro da Investigação, Inovação e Criação de Valor. 

O documento agora publicado dá ainda conta de que, em 2023, a rede vai estar envolvida na organização de uma série de workshops sobre princípios e valores comuns para a cooperação internacional na investigação e inovação - e que são igualmente estratégicos para a NOVA, como é o caso da igualdade de género, ciência de acesso aberto, excelência na investigação, impacto social e responsabilidade ambiental.  

Será ainda dada uma especial atenção ao ensino com recurso a ferramentas digitais e suas competências, e também à sustentabilidade.