pixel Prémio Santander/Nova | Universidade NOVA de Lisboa

Prémio Santander/Nova

O Prémio de Investigação Colaborativa Santander/NOVA 2019-2020 teve dois vencedores na sua 13.ª Edição:

Projeto InteliArt - "Inteligência Artificial: Efeitos no trabalho e emprego em Portugal" dos investigadores Nuno Boavida, da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da NOVA em colaboração com António Brandão Moniz, da Faculdade de Ciências e Tecnologia da NOVA.

O projeto InteliArt irá estudar como a Inteligência Artificial (IA) poderá vir a afetar a organização do trabalho, o emprego e os sistemas de relações laborais na próxima década em vários países europeus.  

O projeto centrar-se-á nos setores bancário, automóvel e portuário e analisará a penetração expectável da IA nos países europeus, os seus efeitos na organização do trabalho e no emprego e nos sistemas de relações industriais e quais as medidas que poderão ser encontradas pelos parceiros sociais para mitigar os seus efeitos no trabalho e no emprego.

 Os resultados do projeto InteliArt não só serão úteis às empresas e atores industriais que atuam nos três setores, como também contribuirão para os debates sobre os efeitos da automação na organização do trabalho, do emprego e das relações laborais.

 

Projeto Com @Rehab - "Comunicação para reabilitação interativa em realidade virtual" - das investigadoras Maria Micaela Fonseca, da Faculdade de Ciências e Tecnologia da NOVA, Rute Costa, da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da NOVA e Ana Rita Londral, da Nova Medical School.

O projeto Com @Rehab tem como objetivo principal o desenvolvimento do Módulo de Comunicação Digital (MCD Rehab) do VR4Pandemic que atualmente inclui três componentes: i) uma luva com haptic feedback e biossensores, ii) um jogo de Realidade Virtual (RV) com diferentes níveis de dificuldade e iii) uma plataforma que analisa os parâmetros fisiológicos em tempo real. O objetivo do projeto é contribuir para a reabilitação de pacientes pós-COVID em contexto hospitalar e/ou no domicílio. As investigadoras vão concentrar-se no desenvolvimento das competências comunicativas dos vários agentes envolvidos, reforçando ao mesmo tempo a literacia tecnológica e a interatividade com a tecnologia, ajudando assim a melhorar a interação homem-homem e homem-máquina. Ao desenvolver e otimizar um programa de reabilitação, baseado num sistema de RV personalizado e de acordo com as necessidades clínicas do paciente, pretende-se apoiar a gestão de atividades terapêuticas dirigidas aos pacientes pós-COVID, tornando, assim, o programa mais eficaz e eficiente.

Este projeto multidisciplinar será realizado em parceria com o laboratório colaborativo Value for Health CoLAB e o centro de investigação HEI_Lab, bem como o Centro de Medicina e Reabilitação de Alcoitão.

 

O Prémio foi entregue às duas equipas vencedoras pela responsável pelo Santander Universidades Portugal, Sofia Frère, e pelo Reitor da NOVA, João Sàágua, durante a terceira edição do encontro de ciência da universidade, o NOVA Science Day 2020.

O Prémio de Investigação Colaborativa Santander/NOVA, no valor de 15.000 euros, visa distinguir projetos desenvolvidos por investigadores juniores da NOVA e que envolvam, pelo menos, duas das unidades orgânicas da Universidade. O prémio, de periodicidade anual, contemplou já projetos de investigação no âmbito das Ciências Sociais e Humanas, Ciências da Vida e Ciências Exatas e Engenharias.

Veja os videos e conheça melhor os projetos:

Projeto InteliArt

 

Projeto Com @Rehab

 

Edições anteriores